[IHAC no Congresso da UFBA] A emergência da memória em práticas estéticas da diáspora queer: narrativas da arte travesti na cidade de Salvador

Participantes: Djalma Thürler, Beatrice Mathieu, Edgar Cerqueira, Armando Azvdo

Resumo: O propósito desse trabalho interdisciplinar é lançar olhar sobre a experiência de artistas da cena travesti soteropolitana, na intenção de desenvolver uma “política de memória” que, alinhada à luta por direitos humanos, é pensar, também, em políticas culturais da diáspora queer. A análise será feita a partir das ideias de Walter Benjamim e Huyssen sobre memória como instrumento de poder relacionada à história das nano sociedades, das “práticas estéticas da diáspora queer”, aquelas que evocan estas historias menores y las hacen visibles (GOPINATH, 2020, p. 25).

0
Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *