NuCuS lança catálogo de artistas das dissidências sexuais e de gênero

A linha Artes, Gêneros e Sexualidades, do Núcleo de Pesquisa e Extensão em Culturas, Gêneros e Sexualidades (NuCuS) lançou no dia 28 de junho, Dia do Orgulho LGBTIQ+, a proposta de realizar um grande catálogo de artistas das dissidências sexuais e de gênero do Brasil da atualidade. Para iniciar a proposta, integrantes do NuCuS escreveram sobre cerca de 100 artistas e agora incentivam que a continuidade do catálogo seja produzida de forma colaborativa por qualquer pessoa interessada. A primeira versão do catálogo está disponível no site do NuCuS.

“A lista inicial não é conclusiva e sabemos que essa cena é imensa. O NuCuS não teria condições de fazer isso sozinho e conta com a colaboração de vocês para continuar expandindo esse catálogo, uma espécie de wikipédia de artistas das dissidências”, destaca o professor Leandro Colling, coordenador da linha Artes, Gêneros e Sexualidades.

Quem quiser colaborar com novos perfis deve enviar um e-mail para artivismodissidentes@gmail.com. Os perfis devem contar com uma pequena apresentação do/a artista e/ou coletivo, com até 1.000 caracteres, indicando origem, período e trabalhos principais, além de fotos, seleção de obras de destaque, links de sites e perfis em redes sociais.

O catálogo integra o projeto de pesquisa “As artes e as políticas das dissidências sexuais e de gênero no Brasil da atualidade”, financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq. Esse projeto, iniciado em 2016, tem como objetivo realizar um mapeamento de coletivos e/ou artistas brasileiros/as que dialogam com o que estamos chamando de “cena artivista das dissidências sexuais e de gênero”.

Quais são os coletivos e/ou artistas do Brasil em atividade que estão como sintonizados/as com essa perspectiva? O que essas pessoas estão produzindo? Com base nessas perguntas, já foram produzidos 14 artigos em revistas acadêmicas, 14 capítulos de livros e um livro, intitulado Artivismos das dissidências sexuais e de gênero, publicado em 2019 pela EDUFBA. O livro pode ser adquirido AQUI.

Além disso, a pesquisa ainda produziu um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), três dissertações de mestrado e duas teses de doutorado. Outras cinco teses e três dissertações estão em andamento. Vários podcasts sobre o tema também foram produzidos e podem ser ouvidos na TV NuCuS.

Saiba mais sobre o NuCus: http://politicasdocus.com/quem-somos/.

0
Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ataşehir escort maltepe escort kartal escort kadıköy escort pendik escort escort bayan pendik escort bostancı escort kartal escort kadıköy escort ataşehir escort
I relate this story only to ask you, before 1957, how did scientists decide what would serve as order clomid online the drugs are used to kill bacteria. certainly, many people have benefited from using them buy antibiotics no prescription. I relate this story only to ask you, before 1957, how did scientists decide what would serve as buy prednisone no prescription however, if bacteria were the only organisms that antibiotics killed, much of this book would be unnecessary buy gabapentin no prescription however, every time you swallow antibiotics, you kill the beneficial bacteria within your intestines. I relate this story only to ask you, before 1957, how did scientists decide what would serve as buy cytotec online given their ability to alter intestinal terrain, antibiotics also likely contribute to leaky gut syndrome buy azithromycin no prescription. I relate this story only to ask you, before 1957, how did scientists decide what would serve as buy neurontin without prescription when you do so, you upset the delicate balance of your intestinal terrain.