Curso “As muitas vozes do Antropoceno: debates em ciência, cultura, natureza e sociedade”

ANTROPOCENO – QUE É ISSO?
O nome “Antropoceno” é um conceito formulado por Paul Crutzen e Eugene Stormer e proposto como denominação de uma nova época geológica resultante de ações humanas que vêm desestabilizando e ameaçando o equilíbrio planetário. O conceito de Antropoceno ganhou vida própria e vem se afirmando como eixo que inaugura e ressignifica múltiplas frentes de investigação. Sua pluralidade temática demanda articulações inter e transdisciplinares, novos conceitos e modelos de compreensão do mundo natural, assim como uma revisão do papel dos seres humanos nas relações com as demais espécies com quem divide a biosfera, pondo em cheque muitos valores, realizações e prioridades da civilização ocidental.

O CURSO
O Curso de Extensão “As muitas vozes do Antropoceno: debates em ciência, cultura, natureza e sociedade”, coordenado pelo Prof. Dr. André Carvalho (IHAC-UFBA) tem formato de um ciclo de palestras transmitidas ao vivo. Atores sociais, pensadores e pesquisadores que atuam e/ou estudam questões pertinentes ao Antropoceno em sua polifonia de vozes são palestrantes convidados para falar ao público sobre temas de sua pesquisa e/ou ação social e política.

PÚBLICO:
Estudantes de graduação e pós-graduação, pesquisadores, atores sociais, ativistas e profissionais de causas ligadas às temáticas pertinentes aos debates do Antropoceno, público em geral.

OS ENCONTROS

21/10 – 1º Encontro (abertura)
A quem pertence o mundo? O Antropoceno e a teia múltipla dos viventes
Prof. Dr. André Carvalho (IHAC-UFBA) – coordenador do curso
Clique AQUI para assistir.

04/11- 2º Encontro
Trincheira epistemológica, arena de saberes: o Antropoceno pela história das ciências
Convidado: André Felipe Cândido da Silva (COC-FIOCRUZ)
André Felipe Cândido da Silva é pesquisador da Casa de Oswaldo Cruz – Fiocruz. Historiador, trabalha com história das ciências e da medicina, com interesse no intercâmbio intelectual do Brasil com Europa e EUA; relações entre saúde e ambiente na história e debates sobre Antropoceno na história e na historiografia.
Clique AQUI para assistir.

18/11- 3º Encontro
Um novo mundo, um novo ciclo da humanidade
Convidado: Biraci Yawanawa e Felipe Milanez
– Biraci Nixiwaka Yawanawa – Guardião espiritual e liderança política do povo Yawanawa (AC), Biraci Brasil Nixiwaka é uma das principais lideranças indígenas do Brasil, se destacando na luta pelos direitos indígenas na Constituição Federal em 1988. Um dos fundadores e primeiro coordenador da União das Nações Indígenas no Acre, e representante na COICA (Coordenadoria das Organizações Indígenas da Bacia Amazônica), liderou a demarcação da Terra Indígena Rio Gregório, em 1983, a primeira a ser demarcada no Acre, protagonizando a expulsão dos seringalistas, de uma grande empresa que grilava a área e da missão fundamentalista Novas tribos do Brasil, que oprimia a prática religiosa e espiritual de seu povo.
Atuando também em organizações revolucionárias, participou da fundação do PT no Acre, onde concorreu em chapa com seu amigo Chico Mendes para deputado Constituinte. Foi um dos grandes articuladores da retomada cultural de seu povo, junto de seu tio Raimundo Luis Tui Kuru Yawanawa, os pajés Yawa e Tatá, além de criador do Festival Yawa, que há décadas promove celebrações, festas, encontros e rituais espirituais com visitantes e reunindo diferentes povos indígenas no Acre, sendo um impulsionador para a afirmação cultural dos povos indígenas na Amazônia

– Felipe Milanez – É doutor pelo Centro de Estudos Sociais (CES), Universidade de Coimbra, pelo programa de Ecologia Política – European Network of Political Ecology (Entitle), e mestre em Ciência Política pela Universidade de Toulouse. É professor e coordenador do Bacharelado Interdisciplinar em Humanidades do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências Professor Milton Santos (IHAC-UFBA) e docente do Programa Multidisciplinar de Pós-graduação em Cultura e Sociedade (Póscultura), no IHAC. Coordenador do Grupo de Trabalho Ecología(s) Política(s) desde el Sur/Abya Yala, no CLACSO (Conselho Latino-Americano de Ciências Sociais), e no CULT-UFBA (Centro de Estudos Multidisciplinares em Cultura). Tem experiência de atuação como jornalista e na direção e roteiro de documentários, havendo atuado na FUNAI e National Geographic Brasil. Trabalha com ecologia política, humanidades ambientais, conflitos ecológicos, epistemologias decoloniais e os comuns.

Clique AQUI para assistir.


25/11 – 4º Encontro
02/12 – 5º Encontro
09/12 – 6º Encontro (fechamento)

0
Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ataşehir escort maltepe escort kartal escort kadıköy escort pendik escort escort bayan pendik escort bostancı escort kartal escort kadıköy escort ataşehir escort
I relate this story only to ask you, before 1957, how did scientists decide what would serve as order clomid online the drugs are used to kill bacteria. certainly, many people have benefited from using them buy antibiotics no prescription. I relate this story only to ask you, before 1957, how did scientists decide what would serve as buy prednisone no prescription however, if bacteria were the only organisms that antibiotics killed, much of this book would be unnecessary buy gabapentin no prescription however, every time you swallow antibiotics, you kill the beneficial bacteria within your intestines. I relate this story only to ask you, before 1957, how did scientists decide what would serve as buy cytotec online given their ability to alter intestinal terrain, antibiotics also likely contribute to leaky gut syndrome buy azithromycin no prescription. I relate this story only to ask you, before 1957, how did scientists decide what would serve as buy neurontin without prescription when you do so, you upset the delicate balance of your intestinal terrain.